Moral da História – Saiba mais sobre as Fábulas e Conheça as Principais

Publicado em 27 de abril de 2016
principais-fabulas

As fábulas discutem como o caráter humano moldam as suas atitudes e quais são as consequências disso | imagem de: pixabay.com

 

A palavra fábula é originária do latim e significa história, jogo ou narrativa. Trata-se de uma narrativa alegórica e curta, que em seus primórdios era escrita em rosa ou verso. Os personagens são animais personificados, ou seja, que falam e agem como humanos.  A explicação para as histórias terem um elenco tão fantástico é que os autores objetivavam criticar costumes e até pessoas e utilizam-se desse artifícios para não serem perseguidos. Ao final de cada conto do gênero, as pessoas são levadas a algum ensinamento, a famosa moral da história.

Principais características das fábulas

As fábulas apresentam personagens-tipos, ou seja, com comportamento semelhante ao de um conjunto de pessoas,  e não com características psicológicas individuais. Um exemplo clássico é a cigarra, que representa os indivíduos irresponsáveis, e a formiga, que é símbolo dos trabalhadores.

Os personagens são colocados em situações e diálogos que transmitem alguma lição ao homem. Por esse motivo, mesmo quando são animais, o comportamento do elenco é predominantemente antropomórfico (semelhante ao das pessoas). O objetivo disso é demonstrar as consequências de determinada atitude baseada em virtudes, qualidade e defeitos de caráter. Assim, as fábulas podem ter temáticas variadas, como por exemplo a crítica aos preguiçosos.

Origem das fábulas

As fábulas teriam surgido em países orientais como narrativas transmitidas oralmente, e encontrado seu principal contribuidor na Grécia Antiga. Seu nome era Esopo, um escravo  que viveu no século V a.C e a quem é atribuída a autoria de várias histórias com lição de moral sobre animais ou mitos que apresentavam caráter alegórico.

fabulas

As fábulas eram transmitidas oralmente, por isso, existem diversas versões para uma mesma história | imagem de: pixabay.com

 

Nas mãos do latino Fedro, as fábulas ganharam inovações e  uma nova forma com versos satíricos. Já as fábulas modernas, narrativas que ainda estão muito presentes no nosso imaginário, foram inauguradas po meio da contribuição do poeta e fabulista francês, Jean de La Fontaine.

As fábulas mais populares 

Você certamente deve conhecer e saber contar alguma fábula. Esse gênero literário ainda é muito escolhido para fixação de valores que contribuem para a vida em sociedade, como o respeito ao próximo, por exemplo. Entre as histórias mais conhecidas, destacam-se a já citada “A Cigarra e a Formiga“, “A Raposa e as Uvas“, “A Lebre e a Tartaruga“, dentre outras.