Escola Bilíngue: Vale a Pena Matricular Meu Filho?

Publicado em 25 de janeiro de 2016
escola-bilingue

Escola Bilíngue é uma boa ideia? | Fonte da imagem: Pixabay.com

Escolher qual a escola ideal para matricular os filhos é uma grande preocupação de todos os país. Entre as opções possíveis, as escolas bilíngues têm chamado a atenção, pois introduzem a criança a uma segunda língua logo nos primeiros anos de vida, possibilitando que elas aprendam com mais facilidade e tenham acesso a a todos os benefícios de falar mais de um idioma. Mas quais são as reais vantagens de matricular o seu filho em uma escola bilíngue?

Estudar dois idiomas confunde as crianças?

Um estudo realizado pelas instituições: Concordia University, York University e Université de Provence, que avaliou um grupo formado por 63 crianças de dois anos, provou que, quando exposta a dois idiomas, elas não os confundem. Além, disso, apresentaram uma maior capacidade de foco e atenção que crianças que foram expostas apenas a sua língua materna.

Consciência metalinguística

Ao observar todas as pesquisas realizadas com intuito de analisar como se dá o aprendizado de uma criança bilíngue, é possível constatar que elas conseguem desenvolver uma consciência metalinguística mais cedo, ou seja, obtém o conhecimento de que um mesmo objeto pode ser representado por diversas palavras.

Raciocínio lógico

Outro benefício que pode ser obtido ao matricular uma criança em uma escola bilíngue é o desenvolvimento precoce do pensamento cognitivo e raciocínio lógico. Porém, isso não significa que elas serão mais inteligentes.

Cultura

Para que a criança possa usufruir dos benefícios de uma escola bilíngue, é preciso que esse outro idioma, de alguma forma, faça parte da vivência da criança fora da escola, pois é preciso que ela consiga fazer um link dessa cultura com a sua própria. Caso isso não aconteça, corre o risco de haver um distanciamento entre a criança e sua própria cultura, fazendo com que ela se sinta como uma estrangeira em seu próprio país.

Livros inglês

A participação ativa dos pais é essencial para que essa identificação cultural seja possível. Uma maneira de ajudá-las é “estudando” com elas em casa. Você pode fazer isso utilizando livros como “Luzes Espertas: Aprenda inglês com o alienígena Uno” e o “Escute e Aprenda! Meu Primeiro ABC em INGLÊS”.