Pai e Filhos: Como Incentivar a Relação entre Eles

Publicado em 6 de agosto de 2015
paternidade

Pai e filhos – incentivar a relação entre eles
Créditos da Imagem: PublicDomainPictures   Via: Pixabay

 

Embora não tenha a mesma função da mãe, o pai tem um papel igualmente importante na vida dos filhos e, por esse motivo, deve estar sempre participando do cotidiano do bebê. Essa interação com a criança é fundamental para o desenvolvimento dela e para a criação do vínculo afetivo entre os dois.

Quando o bebê chega da maternidade com a mãe, muitas vezes, o pai se vê um pouco de lado nessa relação. Nesse momento, é adequado que a mãe o inclua na rotina do filho, mostrando a ele que sua ajuda é essencial nessa nova fase. Uma forma simples de estimular o convívio é pedir que o pai faça a criança arrotar depois da mamada. Dividir com ele as trocas de fralda e os banhos também é uma ótima maneira de aproximá-lo mais ainda do neném.

Vale ressaltar ainda que, a aproximação entre pai e filho exige, antes de mais nada, tempo e espaço. É de extrema importância que ele passe momentos sozinho com o bebê. Isso aumentará a autoconfiança e o senso de responsabilidade dele e estreitará bastante o laço parental. Confira abaixo mais algumas atitudes que ajudam a fortalecer o vínculo entre pai e filho.

Ir às consultas médicas

Visitar o pediatra pode ser um momento de apreensão para a criança e, nessa hora, contar com a presença do pai é muito importante para que ela se sinta mais calma e segura.

Conversar

Para um filho, ouvir a voz e ter a atenção do pai é sempre algo muito especial. Deixar que o diálogo flua entre vocês, sem reservas, é um passo primordial para tornar a relação mais próxima e harmônica.

Passear

Não precisa ser um passeio longo nem muito programado. O importante é proporcionar a ambos a oportunidade de se verem lado a lado, caminhando juntos. Esses momentos fortalecem a sensação de segurança e o laço afetivo.

Brincar

pais filhos

Proporcionar aos filhos momentos de diversão
Créditos da Imagem: ClarionHotelPost   Via: Pixabay

 

As brincadeiras mais agitadas podem ser uma boa forma de tornar a relação com a criança mais intensa. Só é preciso ter cuidado para evitar quedas e lesões.

Participar da vida escolar

Reunião com os professores, exposição de atividades, feira de ciências, festa junina, comemoração de Dia dos Pais, todos esses eventos são ótimas oportunidades de demonstrar carinho e atenção ao filho.

E por falar em Dia dos Pais, atenção mamães! Essa é a data perfeita para estimular os pequenos a homenagear o papai e, assim, estreitar o vínculo entre eles. O presente não precisa ser necessariamente algo material. Vale, por exemplo, gravar um vídeo da criança cantando uma música ou incentivá-la a dizer ao pai pessoalmente o quanto ele é importante em sua vida.