Como Ensinar a Escrever o Próprio Nome

Publicado em 22 de junho de 2015
aprendendo escrever

Ensinar a escrever o próprio nome
Créditos da Imagem: Cegoh   Via: Pixabay

Ensinar uma criança a escrever o próprio nome é um grande passo para a alfabetização dela, além de ser uma experiência agradável pra quem ensina.

Para iniciar a atividade, você vai precisar de papel e lápis preto, mas se o seu filho tiver dificuldades de escrever com os dois, vale treinar com lápis mais grossos ou giz de cera. Treinar com pinceis no quadro branco ou giz no quadro negro também é uma opção!

Se você quiser oferecer um incentivo a mais para a criança, a ideia é usar o doce preferido dela. Depois, é só seguir os passos abaixo:

1º Passo:

Sente-se em uma mesa com a criança e deixe o papel e o lápis em frente a ela. Diga que hoje vai aprender a escrever o nome dela e que tudo bem se ela tiver alguns problemas no começo.

2º Passo:

Depois, escreva o seu nome no papel e explique que aquela é a forma com a qual você escreve o seu nome. O ideal é que, a princípio, seja escrito em letras de forma – a “letra solta”.

3º Passo:

O terceiro passo é escrever o nome da criança, mas com pontinhos ou pequenos traços, para que ela possa ligar um ao outro e, assim, aprender o formato das letras – lembre-se que na idade pré-alfabetização as crianças ainda estão desenvolvendo a coordenação motora.

Não se esqueça de elogiar os avanços do pequeno, incentivando-o a continuar com o bom trabalho. Você também deve ser paciente, já que ele pode demorar um pouco para acertar as letras, tudo vai depender do tamanho e da complexidade do nome deles – Kimberly é mais difícil de escrever do que Ana ou Maria.

4º Passo:

Depois que a criança fizer o nome algumas vezes, verifique e corrija qualquer erro, como uma ponta mais longa do A ou o lado errado da letra S.

5º Passo:

Por fim, depois de ela ter escrito o nome corretamente algumas vezes, elogie ela pelo esforço e por ter se saído bem. Se você optou por usar algum doce preferido como incentivo, presenteie a criança e reforce o fato de que ela fez por merecer.

Continue o processo por mais alguns dias e logo a criança será capaz de escrever o próprio nome sozinha e com facilidade. Para facilitar o processo, você pode ajuda-la a desenvolver a coordenação motora deixando-a escrever com o dedo e tinta em uma folha de papel, ou escrever com o dedo na areia, no arroz ou na farinha de aveia. Além de servir de grande ajuda, é uma atividade curiosa e divertida.

Outra opção é colocar as letras que compõe o nome do pequeno na geladeira com imãs e deixar que ele organize-as.

Gostou das nossas dicas? O blog da Todolivro está cheio de dicas e textos para ajudar você no desenvolvimento saudável do seu filho. Não deixe de visitar a Todolivro e nos dizer o que tem achado das postagens nos comentários.