Ajude a Aumentar a Autoestima das Crianças

Publicado em 6 de novembro de 2015
como-aumentar-auto-estima-crianças

Imagem de: Pixabay.com

A infância é um momento de descobertas e mudanças. Nesse período, os pequenos irão aprender a se relacionarem com o mundo e principalmente com eles mesmos. Nessa fase, é importante que os pais ajudem os pequenos com a autoestima, para que as crianças possam crescer confiantes e felizes com elas mesmas.

Não grite com seus filhos e seja cuidadoso

Ao conversar com seus filhos, mesmo na hora da bronca, seja educativo. O costume de gritar constantemente com os pequenos fará com que eles tenham medo de você e se sintam acuados. Evite também ficar apontando os erros deles, principalmente quando tiverem problemas em realizarem algumas tarefas. Quando perceber que ele tem algum problema, busque ajudá-lo, pois ele pode estar com alguma dificuldade que está prejudicando seu desenvolvimento.

Elogie seus filhos

A criança precisa saber quando faz algo certo ou quando progride em alguma atividade. Toda vez que seu filho aprender alguma habilidade ou mostrar desenvolvimento (por exemplo, quando aprender a se vestir sozinho ou tirar uma nota melhor na escola) o parabenize. Mostre que a criança está progredindo e que você tem orgulho dela.

Não faça piadas com suas características físicas

Alguns pais acabam fazendo piadas com os filhos sem perceberem o impacto negativo que isso pode trazer. Ao crescerem, os pequenos sofrem diversas alterações no corpo, e algumas partes podem se desenvolver mais rápidas do que outras, causando um certo desconforto nas crianças que poderão, em algum momento, se tornarem chacotas dos colegas de escola. Com isso, os pais não devem reforçar a brincadeira, pelo contrário, devem conversar com as crianças e entenderem o que as incomoda e procurar auxiliá-los. É interessante também que os pais expliquem as mudanças físicas que os pequenos terão, evitando assim que achem que algo de errado está acontecendo com eles.

Converse com seu filho

Crianças com baixa autoestima costumam se isolar e ficam cabisbaixas. Se perceber qualquer comportamento estranho de seu filho, busque sentar com ele e conversar. Diga que percebeu que algo o incomoda e pergunte o que é, sem parecer invasivo, pois a criança pode estar com vergonha de desabafar sobre o que está sentindo. Mostre que além de pai ou mãe, você é um amigo com quem ele pode contar tudo o que precisar.

Caso perceba que seu filho anda triste e não quer compartilhar o que há com você, busque por livros infantis que irão ajuda-lo a identificar seus sentimentos e conta-los a você, como o Como Eu Me Sinto Quando… Estou Triste.