Conheça os benefícios da leitura

Publicado em 30 de julho de 2019
benefícios da leitura

 

Você tem o costume de ler? Os benefícios da leitura vão além dos conhecimentos adquiridos no conteúdo do livro. Ler traz benefícios de curto, médio e longo prazo principalmente no que diz respeito ao funcionamento do cérebro e às atividades cognitivas.

Isso acontece porque, diferentemente de consumir algum tipo de mídia passivamente, como assistir TV, a leitura ativa mais partes do nosso cérebro. Quando se lê uma história o leitor precisa imaginar os cenários, a aparência dos personagens e até mesmo as vozes deles.

Pode parecer pouco, mas para o cérebro isso já é um exercício e tanto. Estudos da Universidade de Emory, nos Estados Unidos, indicaram que o conteúdo de um livro é interpretado pelo cérebro como um evento que ocorreu de verdade, permanecendo fixo na memória por mais tempo.

Outra vantagem que a leitura apresenta é o enriquecimento do próprio idioma. Além de ampliar o vocabulário com as palavras encontradas no texto, leitores habituais também apresentam melhor ortografia e sintaxe. Por mais que o leitor não saiba explicar regras gramaticais específicas, a exposição contínua a textos escritos dentro das normas gramaticais o ajudará a escrever corretamente.

E você sabia que ler também ajuda na saúde mental? Os pesquisadores da Universidade de Sussex, no Reino Unido, descobriram que apenas seis minutos de leitura por dia ajuda a diminuir cerca de 68% dos níveis de estresse. Isso foi observado pela queda na frequência cardíaca e o relaxamento dos músculos.

Os benefícios da leitura podem ser observados em todas as etapas da vida, desde o auxílio no desenvolvimento da criança, antes mesmo de ela saber ler e escrever, até a terceira idade. Um estudo publicado pelo Centro Médico da Universidade de Rush, nos Estados Unidos, mostrou que pessoas com o hábito de leitura preservam por mais tempo suas habilidades mentais, diminuindo as chances de doenças como Alzheimer e demência.

 

Benefícios da leitura na infância

 

Para tornar uma atividade em hábito, quanto mais cedo melhor, não é mesmo? É por isso que o hábito da leitura deve ser incentivado desde a infância, ajudando crianças a desenvolver habilidades cognitivas, de leitura, de criatividade e até mesmo sensoriais.

Saiba mais sobre os benefícios da leitura na infância

Crianças que crescem convivendo com livros têm mais chances de obter sucesso na vida adulta, apontou um estudo da Universidade de Pádua, na Itália. Além disso, economistas notaram que os jovens com hábito de ler além das leituras obrigatórias da escola, ou seja, as que leem por prazer, costumam ter salários 21% mais altos do que aquelas que não leem. A conclusão é de que estas pessoas têm mais chances de aprender sobre a vida e o universo, adquirindo novas experiências e desenvolvendo um senso crítico mais aguçado.

Para estimular as crianças a se tornarem jovens leitores é fundamental que elas sejam apresentadas a livros infantis apropriados para a idade. Cada fase do desenvolvimento apresenta desafios específicos e é importante respeitar o ritmo da criança para que ela se sinta desafiada, estimulada e também para que ela tenha prazer no aprendizado.

Leia também: Quais são os melhores livros infantis por idade

 

Benefício da leitura para bebês

 

Engana-se quem pensa que os benefícios da leitura são observados apenas em crianças alfabetizadas. A primeira infância é a fase mais rica para absorver novos conhecimentos e aprender sobre o mundo. E os livros são fundamentais nesta etapa.

De 0 aos 2 anos de idade a criança pode não ser capaz de ler um livro sozinha, mas há alguém que pode fazer isso por ela: seus pais, irmãos, avós, primos, tios e amigos da família. Ao ouvir uma pessoa lendo para ela e podendo interagir com as imagens e outros atrativos do livro, a criança já será beneficiada pelo vocabulário apresentado a ela, além de ser estimulada a conhecer cores, formas e texturas. Ler para um bebê também fortalece o vínculo do leitor com aquela criança.

 

Os livros mais indicados para bebês são:

Livros de contos: podem ser histórias clássicas, que alguém irá ler para a criança. Isso ajuda a desenvolver o vocabulário, a estimular a concentração e fortalece o vínculo entre pais e filhos. Além disso, ela conhecerá situações inusitadas apresentadas pelas histórias. Os pais podem incentivar a criança a identificar as imagens que ela vê no livro. Quanto mais brilhantes, coloridas e chamativas as imagens, mais a criança se sentirá interessada.

Livros de pano: com textura macia e cores suaves, os livros de pano podem acompanhar a criança no berço, como uma almofadinha. Estes livros são ótimos para prender a atenção da criança e para identificar personagens, cores e formas. Alguns livros de pano vêm com brinquedos apropriados para bebês, deixando a leitura ainda mais divertida.

Livros de banho: a hora do banho também pode ser um momento de convite à leitura. Fabricados com materiais resistentes à água e seguros para bebês, os livros de banho podem deixar o momento mais divertido e cheio de aprendizado. Durante o banho os bebês podem aprender sobre palavras, números, formas geométricas, cores e outras atividades divertidas.

Livros sonoros: quando descobrem o mundo, os bebês têm uma atenção toda especial em relação aos sons. Seja de pessoas conversando, animais, música ou até aparelhos domésticos, cada novo som é cuidadosamente observado pela criança. Para aproveitar este interesse, os livros sonoros são uma ótima opção para bebês. Através deles, as crianças podem associar sons a palavras, ajudando na sua compreensão de mundo.

Livros com textura: já entendemos que os livros para bebês ajudam a estimular a visão e a audição, mas você sabia que eles também ajudam a desenvolver o tato? Livros com diferentes texturas são particularmente interessantes para bebês, principalmente quando eles entram na fase de querer tocar e pegar em tudo o que veem pela frente. Por meio destes livros eles conseguirão diferenciar superfícies lisas, ásperas, macias e rígidas, por exemplo.

 

Benefícios da leitura na educação infantil

 

O primeiro ponto que é importante deixar claro é que a educação não acontece apenas na sala de aula. O segundo é o de que a educação infantil não se limita apenas às matérias da escola, como Língua Portuguesa, Matemáticas, Ciências, História e Geografia. Educação tem a ver com prepará-las para o mundo, de uma forma muito mais abrangente e multidisciplinar.

Tendo isso em mente, há livros infantis que conseguem trabalhar a educação de uma forma mais ampla. Por exemplo: ao mesmo tempo em que uma criança desenvolve a leitura com uma história, o mesmo livro está estimulando a reflexão e o pensamento crítico com base nas situações vividas pelos personagens.

Com esta visão mais abrangente do conceito de educação infantil, os principais benefícios que os livros proporcionam às crianças são:

– Ampliação do vocabulário;

– Estimula a escrita dentro das normas ortográficas;

– Desperta a criatividade;

– Incentiva o pensamento crítico e o aprendizado de lições;

– Melhora a concentração;

– Estimula princípios éticos;

– Melhora a percepção de convivência em sociedade, com direitos e deveres.

 

Benefícios da leitura diária

 

Quando o hábito da leitura se torna diário, os benefícios tendem a ser mais consistentes e duradouros, tanto para crianças como para adultos. Veja o que acontece quando você passa a ler todos os dias:

Melhora a saúde mental: conforme mencionamos no início do texto, ler diminui as chances de desenvolver demência. Quem lê tem 2,5 vezes menos chances de desenvolver Alzheimer. Mas não é só a longo prazo que a leitura diária mostra seus benefícios, já que no dia a dia ela também ajuda a combater o estresse.

Melhora o conhecimento geral: pessoas que leem diariamente costumam ser mais interessantes aos olhos das outras. Isso porque elas adquirem conhecimento para poder participar de conversas sobre variados assuntos, geralmente com contribuições de valor para o tema.

Mais empatia: quando se lê sobre pessoas de diferentes lugares, épocas, culturas e costumes, ampliamos a nossa visão de mundo. Ao conhecer o outro, passamos a compreendê-lo melhor e a respeitá-lo com mais facilidade. Este é o poder dos livros: eles nos tiram do nosso próprio ambiente e nos transportam para uma realidade completamente diferente. Desta forma nos colocamos no lugar do outro e melhoramos a nossa empatia em relação ao próximo.

Habilidades aguçadas de pensamento analítico: pense em um livro de suspense. Você passa páginas conhecendo uma situação, reunindo pistas e detalhes que ajudarão a solucionar um caso. Você se envolve com aquela situação por dias, semanas em alguns casos. Isso ajuda o seu raciocínio lógico e a capacidade de analisar os detalhes, como um detetive. Para crianças esse aprendizado se dá em situações até menos específicas, trabalhando as noções de causa e consequência e mantendo o foco do leitor para a resolução de determinada história.

Melhora a memória, foco e concentração: ao mergulhar em um livro por vários dias você é obrigado a lembrar dos capítulos que leu até aqui, dos acontecimentos, personagens e da relação entre eles, trabalhando assim a memória. Por ser uma atividade de baixo estímulo (sem o brilho da tela e efeitos sonoros) a concentração do leitor também é colocada à prova, uma vez que ele precisa se desligar dos outros estímulos para poder focar na história que está lendo. Para leitores mais frequentes nem mesmo lugares movimentados como salas de espera e o transporte coletivo conseguem tirar o seu foco de uma boa história.

Mais qualidade de sono: já ouviu falar que algumas horas antes de dormir não é recomendável ficar mexendo no celular ou assistindo a TV? Para a leitura, no entanto, não há contraindicações. Ler antes de dormir ajuda o corpo a desacelerar da rotina, distraindo o leitor para um mundo que não seja o das suas tarefas diárias e dos boletos para pagar. Este escapismo ajuda não apenas a dormir, mas a ter melhor qualidade de sono, reduzindo o estresse e a ansiedade, contribuindo para um dia seguinte mais produtivo.